PARA MÉDICOS PARA PACIENTES
Central de Atendimento: 71 4020.2322 RESULTADOS ORÇAMENTOS COVID 19

Publicado em: 06 de setembro de 2016

Colonoscopia auxilia na prevenção do câncer de intestino

De acordo com estatísticas do Instituto Nacional do Câncer (Inca), cerca de 30 mil pessoas são diagnosticadas com câncer de intestino no Brasil por ano. Este é o segundo tipo mais comum entre as mulheres, perdendo apenas para o de mama, e o terceiro mais comum entre os homens depois dos de próstata e pulmão. Diante do grande número de casos, a doença ganhou uma campanha de conscientização que se intensifica neste mês, chamada de Setembro Verde. No período, alguns monumentos, como o Elevador Lacerda, são iluminados com a cor verde em alusão à ação.

A conscientização tem foco na prevenção. De acordo com o coordenador do Serviço de Gastroenterologia do Hospital Cárdio Pulmonar, o gastroenterologista Allan Rego, esta é a melhor maneira de evitar a doença. “A prevenção deve ser feita realizando-se colonoscopia, exame capaz de detectar lesões precoces. Se descoberto precocemente, o câncer de intestino pode ser curável em 70% dos casos”, orienta Allan Rego.

De acordo com o especialista, grande parte dos tumores intestinais originam-se dos pólipos, que são lesões benignas, mas com potencial de transformação maligna. Quando se realiza uma colonoscopia com a identificação desse tipo de lesão, deve haver a retirada, evitando-se, assim, a sua progressão.

“Acima dos 50 anos de idade, a colonoscopia deve ser realizada como um exame preventivo de rotina e os pólipos identificados são removidos durante o exame, evitando, assim, que dê origem a um câncer de intestino”, afirmou o gastroenterologista.

Colonoscopia

Os principais sintomas da doença são sangramento nas fezes e alteração no calibre (fezes em fita), cólicas, oscilação entre diarreia e prisão de ventre, distensão abdominal e perda de peso. Ao identificar qualquer alteração desse tipo, o paciente deve procurar um gastroenterologista.

O Hospital Cárdio Pulmonar possui um serviço de gastroenterologia de referência. Na unidade, os pacientes contam com todas as ferramentas de diagnóstico em um centro de abordagem com clínicos, gastroenterologistas e proctologistas.

Exames como a colonoscopia, endoscopia digestiva alta, colangiopancreatografia retrógrada endoscópica, pHmetria e manometria esofageanas podem ser realizados nas Unidades de Endoscopia Digestiva da Cárdio Pulmonar, que agora dispõe, além da Unidade do Hospital, de uma outra no Centro Médico. Os pacientes têm ainda a possibilidade de realizar o preparo para o exame na própria unidade.

As principais indicações da colonoscopia são:
– A partir dos 50 anos – rastreamento de pólipos ou tumores precoces
– Dor abdominal
– Sangramentos intestinais
– Investigação de diarreia ou constipação

MAIS NOTÍCIAS