PARA MÉDICOS PARA PACIENTES
Central de Atendimento: 71 4020.2322 RESULTADOS ORÇAMENTOS COVID 19

Publicado em: 27 de outubro de 2015

Colonoscopia auxilia na prevenção do câncer de intestino

Estatísticas do Instituto Nacional do Câncer (Inca) mostram que cerca de 30 mil pessoas têm diagnóstico de câncer de intestino no país por ano. Este é o segundo tipo mais comum entre as mulheres, perdendo apenas para o de mama, e o terceiro mais comum entre os homens depois dos cânceres de próstata e pulmão.
De acordo com o coordenador de Gastroenterologia e Hepatologia do Hospital Cárdio Pulmonar, o gastroenterologista Allan Rêgo, a melhor maneira de evitar a doença é a prevenção. Se descoberto precocemente, o câncer de intestino pode ser curável em 70% dos casos. O diagnóstico para detectar lesões precoces deve ser feito por meio da colonoscopia, conforme explica o especialista.
Na nova Unidade de Endoscopia Digestiva do Centro Médico Cárdio Pulmonar, recém-inaugurada, os pacientes têm a comodidade de realizar todo o preparo para o exame internados em um dos nove leitos disponíveis. “A nova unidade se soma ao núcleo do hospital e visa a ampliar o atendimento em gastroenterologia e consolidar o tradicional cuidado do Cárdio Pulmonar. Além da colonoscopia, contamos com o auxílio diagnóstico de exames como endoscopia digestiva alta, phmetria e manometria esofageanas”, destacou Allan Rêgo.
O serviço de Gastroenterologia  do hospital funciona no 4º andar e a do Centro Médico, fica localizada no 7º andar, do prédio Garibaldi Empresarial, na rua Ponciano Oliveira, 157, no Rio Vermelho.
A Unidade de Endoscopia Digestiva é preparada para o diagnóstico e tratamento de todas as patologias do estômago e intestino. Os exames de phmetria e manometria esofageanas são voltados especialmente para a análise do refluxo gastro-esofageano e das doenças motoras do esôfago. A endoscopia digestiva alta investiga doenças como esofagites, gastrites, úlceras e neoplasias. “Realizamos, ainda, procedimentos como polipectomias, mucosectomias, ligadura elástica de varizes esofágicas, dilatações esofágicas”, destaca o especialista.

Colonoscopia
Além do câncer de intestino, por meio da colonoscopia é possível diagnosticar também doença diverticular, pólipos e doenças inflamatórias do intestino. Acima dos 50 anos, a colonoscopia deve ser considerada como um exame preventivo de rotina. O gastroenterologista destaca que grande parte dos tumores intestinais origina-se dos pólipos, lesões benignas, mas com potencial de transformação em malignas (câncer). “Quando se realiza uma colonoscopia e identifica-se esse tipo de lesão, esta deve ser retirada, evitando-se, assim, a sua progressão”, orienta.

Principais indicações da colonoscopia:
– A partir dos 50 anos – rastreamento de pólipos ou tumores precoces
– Dor abdominal
– Sangramentos intestinais
– Investigação de diarreia ou constipação
– Doenças inflamatórias intestinais

A equipe de Gastroenterologia do Cárdio Pulmonar é composta pelos especialistas:
– Dr. Allan Rêgo
– Dra. Alessandra Faro
– Dra. Caroline Hiltner
– Dr. Cláudio Vasconcelos
– Dra. Cristiara Allem
– Dra. Emília Magalhães
– Dr. Jardel Caetano
– Dra. Jeovana Brandão
– Dra. Lívia Dantas
– Dr. Manoel Almeida
– Dr. Marcus Melo
– Dra. Rosi Marback
– Dra. Tatiana Lisboa
– Dr. Wladmir Araújocentro_cardio

MAIS NOTÍCIAS