PARA MÉDICOS PARA PACIENTES
Atendimento: 71 4020.2322 RESULTADOS ORÇAMENTOS COVID 19

Publicado em: 29 de outubro de 2021

Cárdio Pulmonar treina 40 médicos em manejo de via aérea

O Hospital Cárdio Pulmonar, por meio do setor de Ensino, Pesquisa e Treinamento, em conjunto com a equipe de anestesiologia do Hospital, realizou entre os dias 11 e 15/10, o curso de “Abordagem a Via Aérea Difícil” para as equipes de UTI e Emergência. Ao todo, 40 profissionais médicos foram treinados. O curso foi realizado em parceria com a coordenação das unidades de terapia intensiva e com o serviço de anestesia do hospital.

O treinamento teve como foco o atendimento de pacientes com insuficiência respiratória e necessidade de uma abordagem imediata da via aérea.

“Essa é uma expertise que esperamos de todo médico intensivista.. O manejo da via aérea é realmente um momento crítico e, quando o médico não tem uma habilidade adequada nesse quesito, pode haver situações de risco iminente para a vida do paciente”, explica o gestor de Ensino, Treinamento e Pesquisa do Hospital Cárdio Pulmonar, Luiz Ritt.

Para a parte teórica, o curso intercalou momentos de aula online e aula presencial. E contou também com aulas práticas, com utilização de manequins para as simulações e treinamento.

Foram abordadas técnicas específicas cirúrgicas para manejo da via aérea difícil, protocolos de sedação para entubação de sequência rápida, e uso de equipamentos como máscara laríngea e videolaringoscópio.

Ritt reforça que os treinamentos da equipe no manejo de via aérea teve impacto positivo devido à necessidade de profissionais ainda mais preparados em tempos de pandemia. “É um conteúdo que se mostra mais importante no momento atual, pelas tantas situações de pacientes que se apresentaram nos hospitais com insuficiência respiratória”.

Guilherme Campos, Anestesiologista do Hospital Cárdio Pulmonar e Coordenador do curso, afirma que: “Na abordagem da via aérea pode ser preciso tomar decisões em poucos segundos. O treinamento de habilidades com simulação pode ser definidor do desfecho dos pacientes”.

O curso de “Abordagem a Via Aérea Difícil” é anual e está em sua quinta edição. Ele faz parte do programa de capacitação das equipes médicas de terapia intensiva e emergência do Cárdio Pulmonar.

MAIS NOTÍCIAS