PARA MÉDICOS PARA PACIENTES
Central de Atendimento: 71 4020.2322 RESULTADOS ORÇAMENTOS COVID 19

Publicado em: 20 de julho de 2016

Cárdio Pulmonar conclui primeiro ciclo do Projeto Lean Six Sigma

O Hospital Cárdio Pulmonar (HCP) concluiu o primeiro ciclo do Projeto Lean Six Sigma, metodologia voltada à melhoria contínua de processos, desenvolvida sob consultoria do Hospital Israelita Albert Einstein (HIAE). O HCP atingiu os objetivos traçados para os cinco processos em revisão.

Com a revisão dos processos e implementação de melhorias capazes de tornar os fluxos mais ágeis e eficientes, o Tempo Médio de Permanência do Paciente Internado foi reduzido de 5,7 para 4,1 dias. O Tempo de Permanência do Paciente na Emergência passou de 216 para 189 minutos. O Tempo Médio de Espera no Centro Médico para Pacientes em Múltiplas Filas passou de 30 para 24 minutos, mesmo diante de um incremento de 16% na demanda.

No Setor de Faturamento, todo o Processo de Liberação de Contas Hospitalares foi revisto e otimizado, melhorando a performance e gerando melhorias no fluxo financeiro da instituição. No Setor de Suprimentos, a meta era a melhoria do Processo de Planejamento, Compra e Disponibilização de Insumos de Órteses, Próteses e Materiais Especiais (OPME) com o objetivo de identificar processos redundantes e eliminá-los. “Para isso, todos os processos e o fluxograma foram desenhados. Houve um ganho de agilidade e a exclusão das etapas de retrabalho”, destacou o cardiologista Gildo Mota, gestor Médico do HCP.

Projeto

“A equipe de consultoria do HIAE elaborou uma síntese do que foi proposto e dos resultados obtidos. No contexto geral, atingimos as metas estabelecidas com grande êxito”, avaliou Gildo Mota. O gestor afirmou ainda que este é um processo contínuo que será realizado em outras áreas e constantemente retomado nas já avaliadas.

Cada projeto do Lean Six Sigma contou com um líder local que conduziu o andamento das ações de melhoria. Para isso, eles participaram de um treinamento realizado na sede do Einstein, em São Paulo. Os demais integrantes dos grupos foram treinados localmente pela equipe da consultoria.

O Tempo Médio de Permanência do Paciente Internado foi liderado pela coordenadora geral de Enfermagem, a enfermeira Márcia Viana; o Tempo de Permanência do Paciente na Emergência, pelo coordenador médico da Emergência, o médico intensivista José Ayram; a Redução do Tempo de Espera no Centro Médico, pela coordenadora do CM, Suziene Casais; o Aumento da Performance do Faturamento de Contas Hospitalares, pela coordenadora de Faturamento, Ellen Mendonça, e a Revisão do Fluxo de Atendimento do Setor de Suprimentos, pela analista de Suprimentos, Cinthia Alves.

MAIS NOTÍCIAS