PARA MÉDICOS PARA PACIENTES
Central de Contatos: 71 3203.2200 Consultas e Exames: 71 3203.2222 WHATSAPP RESULTADOS DE EXAMES

Publicado em: 25 de setembro de 2019

Cigarro eletrônico traz prejuízos à saúde

 

Tratamento alternativo para quem quer deixar de fumar ou até mesmo encarado como um paliativo se comparado ao tabaco, o cigarro eletrônico também oferece riscos à saúde. O alerta é da pneumologista do Hospital Cárdio Pulmonar e membro Sociedade Baiana de Pneumologia, Larissa Voss Sadigursky.

Recentemente, a Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia (SBPT) publicou nota oficial demonstrando sua preocupação com o surgimento de um grande número de casos de uma doença respiratória nos Estados Unidos, ainda sem esclarecimento definitivo. A provável causa das mortes seria o uso do cigarro eletrônico, em substituição ao tabaco.

“Ele possui várias substâncias, alguns podem conter nicotina e até componentes da maconha (THC ou CBD)”, explica Larissa Voss Sadigursky. A médica alerta, ainda, que o vapor emitido pelo cigarro eletrônico contém gases que podem fazer mal para o pulmão causando alterações na função respiratória.

A especialista destaca que há vários métodos que podem ser utilizados para deixar de fumar, desde a parada abrupta até o suporte de produtos à base de nicotina, as chamadas terapias de reposição.

Cessação

O Hospital Cárdio Pulmonar auxilia pacientes que desejam abandonar o tabaco por meio do Programa de Cessação do Tabagismo, que visa aumentar as chances do paciente conseguir parar de fumar definitivamente, através de consultas médicas com prescrição dos medicamentos apropriados, e sessões de terapia com psicóloga, individuais e em grupo.

 

O Programa de Cessação do Tabagismo oferecido pelo Cárdio Pulmonar foi criado seguindo as diretrizes do Ministério da Saúde que, através do Instituto Nacional do Câncer (Inca), desenvolve as ações que compõem o Programa Nacional de Controle do Tabagismo (PNCT).

“Para que haja um tratamento efetivo, é necessário o envolvimento de três aspectos: físico, psicológico e comportamental, mas é importante a avaliação médica de um pneumologista para indicar qual o tratamento ideal para cada paciente”, esclarece o coordenador do programa, o pneumologista Marcel Albuquerque.

Veja os meios de substituir o cigarro de forma saudável:

 

– Cortar gatilhos do fumo: álcool e café;

 

– Fazer atividades físicas regularmente;

 

– Manter uma dieta regular: frutas picadas, água de coco, cenoura crua, aipo;

 

– Evitar doces e alimentos gordurosos e

 

– Procurar apoio de um médico pneumologista.

 

 

MAIS NOTÍCIAS