PARA PACIENTES

PARA MÉDICOS

Publicado em: 07 de agosto de 2017

Cárdio Pulmonar consolida assistência cardiovascular com programas pioneiros

O Hospital Cárdio Pulmonar comemora o Dia do Cardiologista, 14 de agosto, com números que consolidam sua atuação como referência na assistência cardiovascular. Anualmente, são mais de 60 cirurgias cardíacas, mais de mil procedimentos no Serviço de Hemodinâmica, entre eles Implante de Valva Aórtica Transcateter (TAVI) e MitraClip, correção da degeneração da válvula mitral via cateter, procedimento pioneiro no Norte/Nordeste. Dez anos após inaugurada, a UTI Cardiovascular mantém uma taxa de ocupação superior a 80%.

Para celebrar essas conquistas e ampliar a divulgação foi lançada nesta segunda-feira (7) uma campanha institucional sobre a Medicina Cardiovascular. As ações incluem uma série de postagens sobre as subespecialidades que compõem o serviço e um vídeo sobre o “jeito de assistir do Cárdio Pulmonar” compartilhado nas redes sociais: Facebook e Instagram (@hospitalcardiopulmonar). O vídeo pode ser visto no link: https://goo.gl/memQcz

“Temos diversos programas assistenciais pioneiros e únicos em Salvador, como o de cardiopatia estrutural, de cirurgia cardíaca minimamente invasiva, de Cardio-Oncologia, além de um setor de cardiologia do exercício e reabilitação cardiorrespiratória e um Centro de Estudos em Cardiologia”, explica o coordenador de Medicina Cardiovascular do HCP, o cardiologista Eduardo Darzé.

Em 2007, o HCP realizou a primeira cirurgia cardíaca e iniciou o protocolo de assistência aos pacientes com dor torácica na emergência. “De lá para cá cresceram também o escopo, o volume e a complexidade da nossa atuação. Atingimos um nível de qualidade comparável aos melhores centros do mundo: 70% dos procedimentos coronários são feitos por via radial, a taxa de complicações hemorrágicas nas síndromes coronárias agudas é de 1% e os pacientes de cirurgia cardíaca recebem alta, em media, no sexto dia”, cita.

O cardiologista Eduardo Darzé destaca ainda a ausência de registro de infecções relacionadas a cateteres na UTI Cardiovascular há quase dois anos e a taxa de adesão a higienização das mãos superior a 80%.

Outros números

A Medicina Cardiovascular é responsável por 20% das 7 mil consultas realizadas mensalmente no Centro Médico Cárdio Pulmonar. São mais de 1.400 ecocardiogramas, mais de 1.700 eletrocardiogramas e mais de 1.200 testes ergométricos por mês.

A equipe de Cardiologia conta com mais de 100 profissionais médicos entre cardiologistas clínicos, intervencionistas, imaginologistas, especialistas em métodos gráficos, cirurgiões cardíacos e vasculares, arritmologistas, cardiopediatras e anestesistas.

Dezenas de profissionais que compõem a equipe multidisciplinar, como fisioterapeutas, psicólogos, enfermeiras, nutricionistas, também trabalham especificamente com pacientes cardiovasculares.

MAIS NOTÍCIAS